terça-feira, 29 de janeiro de 2013

O LADO BOM DA VIDA

Diretor: David O. Russell
(Silver Linings Playbook), 2012
Elenco: Bradley Cooper, Jennifer Lawrence, Robert De Niro, Julia Stiles, Chris Tucker, Shea Whigham, Jacki Weaver 
Duração: 122 min.
Ano: 2012
EUA
 
 - Em 2013, indicado ao Oscar de Melhor Filme, Diretor, Ator (Bradley Cooper), Atriz (Jennifer Lawrence), Ator Coadjuvante (Robert De Niro), Atriz Coadjuvante (Jacki Weaver), Roteiro Adaptado e Edição

- Em 2013, ganhou o Globo de Ouro de Melhor Atriz - Comédia ou Musical (Jennifer Lawrence)

- Em 2013, ganhou o SAG Award de Melhor Atriz (Jennifer Lawrence)

O filme mostra a vida de Pat  Solano (Bradley Cooper) que perdeu tudo na vida após reagir de forma violenta a uma traição da esposa. Ele ainda tem um disturbio mental que lhe provoca mudanças de humor repentinas e um pai também nada normal impedido de entrar em jogos de futebol americanos por viver arrumando confusão. Até que Pat conhece a não menos maluquete Tiffany (Jenniffer Lawrence, cada vez melhor) e sua vida muda.
A primeira vista nos perguntamos o que levou esse filme a ser indicado a tantos prêmios e disputar com peso-pesados como "As aventuras de Pi", "Django Livre" e "Lincoln", mas só a primeira vista mesmo. O filme é uma bonita estória sobre encontrar o amor de forma mais inesperada possível, e de como às vezes ( ou sempre?) seguimos pelo lado errado,mesmo quando o caminho está na nossa cara. Achei o filme bem honesto no que pretende  nesse filme que se concentra nos personagens e na interpretação dos atores, que não decepcionam.  De Niro está bem como nao víamos há anos, Jenniffer, atriz promissora, está magnética e Bradley surpreende em uma interpretação mais séris que de costume.




4 comentários:

  1. hahaha. esse filme está no meu pen drive dentro da bolsa para eu assistir amanhã no trabalho (sim, as vezes assisto filmes no trabalho hehe). Transmimento de pensação rs
    Beijos, Rossanna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc vai gostar, Rossanna! Obrigado por visitar meu blog...

      Excluir
  2. Caramba viu, quero muito ver esse! Mas são tantos filmes bons nesse início de ano que tá difícil escolher a próxima sessão. Lincoln, Os Miseráveis, Anna Karenina, João e Maria, Paris-Manhattan, será que consigo assistir todos até março, essa é minha meta. Mas falando desse especificamente, o que me chamou a atenção primeiro foi ele ser aparentemente leve e com um elenco novato em Oscar's, tirando De Niro é claro. Não sei se tem a ver, mas sua resenha me fez lembrar de Melhor é Impossível, com Jack Nicholson, que era um filme de uma certa leveza, que encantou a todos e concorreu ao Oscar. Adoro filmes assim, que não são super produções, mas são super significativos!

    Ps.: Feliz por vc estar de blog novo, porém com a mesma essência. Abção!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é meio "Melhor é impossivel" mesmo... vc vai gostar entao!

      Excluir